Brazil in the UK


Público britânico aplaudiu de pé a Youth Orchestra of Bahia (Fotos: André Cerqueira)

Depois de se apresentar em três países (Suíça, Itália e Inglaterra), onde realizou 11 concertos, em sete cidades diferentes (Londres, Roma, Ravello, Merano, Milão, Turim e Montreux), a Orquestra Juvenil da Bahia (YOBA - Youth Orchestra of Bahia) já está de volta à sua cidade-sede, Salvador.

Na última quarta-feira(17), a Eleven esteve presente no concerto que marcou o encerramento da Europe Tour 2014 da YOBA, no imponente Queen Elizabeth Hall, dentro da programação de um festival de percussão do Southbank Centre, em Londres.

De volta em solo britânico, onde se apresentou no mesmo local em 2010, a Orquestra Juvenil, principal célula do NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis do Estado da Bahia) teve como solista o percussionista virtuose Colin Currie, que executou a peça "Rise and Fly" para percussão e orquestra, de Julia Wolf.

Currie foi acompanhado pelos músicos eruditos brasileiros, enquanto "batucava" em seu próprio corpo. No segundo ato, o músico apresentou outro número, tocando em instrumentos de percussão reciclados, como baldes coloridos. A peça foi recebida com aplausos calorosos pelo público londrino que diversas vezes ficou de pé.

O percussionista virtuose Colin Currie executando seus dois atos com a YOBA 

Encantado, o 'gringo' Colin, que, depois do concerto, arriscou tocar berimbau e repique, em uma Jam com os percussionista da YOBA, no foyer do Southbank Centre (veja no vídeo abaixo), se referiu à orquestra como "a mais unida e fantástica” e doou sua marimba para o Grupo de Percussão do NEOJIBA.


Maestro Ricardo Castro fundou o NEOJIBA em 2007, inspirado pelo El Sistema da Venezuela

Depois do intervalo viria o melhor da noite: a formação completa da orquestra - com seus belos instrumentos - preenchendo todo o palco, sendo regida pelo maestro-fundador do projeto, Ricardo Castro. Na segunda parte do programa, o público ouviu atento a execução da Sinfonia n.1 “Titan”, de Gustav Mahler, e mais uma vez se levantou para uma “standing ovation”, com direito a pedidos de bis (devidamente aceitos).

O "grand finale" veio quando os músicos repetiram a performance que fez sucesso em 2010 - na primeira apresentação da YOBA em Londres -, e começaram a dançar tocando os clássicos "Tico Tico no Fubá" e "Aquarela Brasileira", em arranjos de Jamberê. Destaque para a coreografia ensaiada, que espalhou sorrisos pela plateia.


Músicos da orquestra comemoram no backstage do Queen Elizabeth Hall, em Londres 

Europe Tour 2014
Com esta nova e bem-sucedida turnê europeia, a pioneira jovem orquestra realiza mais um importante feito, se apresentando ao lado de grandes solistas internacionais, dentre eles a pianista Martha Argerich. A turnê completa aconteceu entre os dias 03 e 19 de setembro, começando com uma residência de cinco dias no Festival de Musique Classique de Montreux-Vevey, tornando a Juvenil da Bahia a primeira orquestra brasileira residente em um festival na Europa.

A YOBA passou ainda pela Itália, com apresentações em importantes salas de concerto, como o Auditorium Lingotto de Torino, a Sala Giuseppe Verdi de Milão, a Sala Santa Cecilia de Roma, além da Queen Elizabeth Hall de Londres.

Tendo como solistas convidados, além de Argerich e Colin, o pianista Alexander Gurning e o violinista Corey Cerovsek, durante a excursão, a YOBA também foi regida, em duas ocasiões, pelo maestro "prodígio" Yuri Azevedo, 22 anos, vencedor do prêmio Eleazar de Carvalho em 2012. No repertório, obras importantes do repertório sinfônico tradicional e popular, brasileiro e internacional, comprovando a versatilidade e riqueza expressiva da orquestra.

Veja como foi a jam com Colin Currie, no Foyer do Southbank Centre (Londres):

DATAS E LOCAIS DOS CONCERTOS REALIZADOS PELA YOBA NA EUROPE TOUR 2014:

SUÍÇA
5 a 9 de setembro – Montreux
Auditorium Stravinski

ITÁLIA
10 de setembro – Turim
Auditorium Lingotto

11 de setembro – Milão
Sala Giuseppe Verdi

12 de setembro – Merano
Kursaal

14 de setembro – Ravello
Belvedere di Villa Rufolo

15 de setembro – Roma
Sala Santa Cecilia

INGLATERRA
17 de setembro – Londres
Queen Elizabeth Hall